Review de serviços populares de transmissão ao vivo

7 maio 2019

Usuários de redes sociais estão cada vez menos dispostos a ler textos, enquanto o conteúdo em vídeo está se tornando cada vez mais popular. Depois que o Instagram lançou o IGTV e a plataforma Twitch começou a se desenvolver intensamente, gerentes de comunidade e vloggers começaram a usar ativamente os serviços de gerenciamento de transmissão ao vivo.

A maioria dos serviços de transmissão ao vivo é baseada na tecnologia de transmissão broadcasting. Seu princípio é o recebimento simultâneo da sequência de vídeo por vários usuários de uma mesma fonte de conteúdo. A transmissão de TV moderna também funciona de acordo com este princípio.

Nós exploramos vários serviços de transmissão em redes sociais e concluímos que todos os serviços tentam usar, até certo ponto, tudo o que a televisão tradicional usava. Mas sem ser através de dispositivos adicionais, e sim através de software. Além disso, como os serviços de transmissão ao vivo estão evoluindo, eles estão começando a usar a funcionalidade de interação com o público em conjunto com a transmissão tradicional, o que aumenta o engajamento dos participantes.

Atualmente, existem muitos serviços de transmissão, incluindo os direcionados para o mercado internacional e para o mercado local. Vamos discutir sobre alguns dos populares.

Vamos pegar o serviço do BeLive como exemplo. Ele começou a explorar ativamente o mercado europeu e OBS, um conhecido e favorito para os que lidam com transmissão.

Configurações

BeLive

Você pode acessar a conta de serviço somente com o Facebook ou o Twitch. A plataforma de transmissão será escolhida dependendo de qual delas você irá selecionar para fazer o login. O serviço oferece uma oportunidade de fazer branding na sua transmissão ao vivo: você pode adicionar seu logotipo e definir as cores da empresa. É conveniente que existe a possibilidade de você adicionar um link para a transmissão ao vivo no anúncio, sendo necessário seguir o mesmo link para assistir à transmissão.

OBS

O programa está disponível para todos os sistemas operacionais (Microsoft, Linux, MacOS). Possui Interface multilíngue onde você pode selecionar o ajuste automático para o sistema do usuário ou a configuração manual da interface.

Você também pode optar por gravar offline ou transmitir e gravar sua transmissão ao vivo ao mesmo tempo. Existem muitos serviços de transmissão ao vivo integrados ao OBS e você também pode integrá-lo ao seu próprio serviço porque o OBS possui o código aberto ao público.

Para transmissão no Facebook com o OBS, use o Facebook LIVE.

Ao contrário do BeLive, a conexão é implementada através do código de transmissão ao vivo que você deve inserir manualmente na caixa de diálogo das configurações de streaming.

Você pode integrar a transmissão do OBS no website usando a API do Facebook LIVE (https://developers.facebook.com/docs/live-video-api).

Você pode inserir a marca do canal.

Gerenciamento de transmissão ao vivo

BeLive

Existem três opções de transmissão: Solo, Entrevista e Talk-show. Os desenvolvedores do serviço recomendam fortemente usar a opção Talk-Show devido à sua maior conveniência para o gerenciamento transmissões ao vivo.

A interface é bastante simples de ser configurada, há um recurso de criação de anúncio de transmissão ao vivo (o intervalo mínimo de tempo entre o anúncio e a transmissão é de 11 minutos).

Apenas um falante é visto na tela no modo Entrevista, mas pode haver até 10 participantes no modo de espera (lobby), e eles podem participar um por um.

O modo Talk-Show permite envolver até 4 participantes simultaneamente e até 10 convidados podem esperar no Lobby.

Existe um recurso que permite que você seja o moderador remoto da transmissão ao vivo. Você pode adicionar um alto-falante após um link de convidado e, ao mesmo tempo, gerenciar anúncios (Agendas), exibir perguntas do bate-papo, alterar os participantes transmitidos.

Você pode compartilhar sua tela, mas você não pode compartilhar sons.

Quando uma transmissão é concluída, os comentários do chat são salvos e, ao visualizar a gravação, eles são exibidos na ordem em que foram feitos durante a transmissão. Por um lado, é muito conveniente, porque quando você assiste à gravação pela primeira vez, você pode ver toda a conversa do chat. Mas, por outro lado, se você precisar pular para alguma parte da gravação para obter uma informação específica, você terá que assistir a toda a transmissão até chegar na parte que você precisa, ou procurar aleatoriamente na linha do tempo.

OBS

As configurações de serviço permitem transmitir um webinar no modo Entrevista ou Talk-show. A qualidade depende das configurações do serviço e de quão hábil é o organizador de webinar.

Usando as configurações do OBS, você pode criar uma transmissão ao vivo que não se diferencia de uma da TV. Você pode criar um estúdio virtual, uma linha de viagem ou exibir um texto.

Características técnicas

BeLive

Você pode transmitir ao vivo através de conexão via cabo ou Wi-Fi. Para fornecer o sinal de transmissão ininterrupto, recomenda-se que a velocidade da conexão seja de pelo menos 2 Mb/s.

A transmissão de vídeo é armazenada no Facebook, o armazenamento é ilimitado com relação ao tempo e você pode baixar a transmissão. Por um lado, é uma excelente opção, mas, por outro lado, se você apresentar conteúdo educacional com limite de disponibilidade de acesso, precisa pensar em proteção de dados ou procurar outro serviço.

Você pode transmitir apenas de um PC, mas os usuários podem participar via dispositivos móveis Android ou iOS.

OBS

O principal problema é o buffer de transmissão, que pode resultar no congelamento da imagem. A WIKI também fornece uma solução (spoiler: você deve diminuir a taxa de bits ao custo da qualidade da imagem). Para transmitir webinars a taxa de bits> 1000 Kb/s será suficiente (~ 10 Mb/m), nas configurações de qualidade você deve selecionar “Qualidade indistinguível, tamanho grande de arquivo”.

Existem requisitos específicos para cada sistema operacional. Todas as questões que possam surgir ao depurar o aplicativo estão respondidas na WIKI no website oficial do serviço — (https://obsproject.com/wiki/Home).

O vídeo pode ser armazenado no PC do organizador do webinar e no Facebook.

Pecularidades

BeLive

Para trabalhar com o BeLive, você precisa configurar o Google Chrome, fechar outros aplicativos e limpar a memória cache.

A assinatura não é gratuita:

Mas você tem um período de avaliação de 14 dias e, se desejar prolongar o período de teste ou usar o BeLive gratuitamente, poderá entrar em contato com o suporte ao cliente 24 horas por dia. Os desenvolvedores sugerem que pode haver uma razão a mais para isso. Provavelmente, eles estarão fazendo tais favores ao público apenas enquanto estiverem se promovendo ativamente.

OBS

Programa gratuito, o código original está aberto ao público. Há ativos oficiais no site do GitHub https://github.com/obsproject/obs-studio/releases.

Conclusões

É difícil comparar os dois diferentes produtos, mas para facilitar sua seleção, vamos resumir.

BeLive

Prós: Fácil de configurar, interface fácil de usar, suporte ao cliente 24 horas por dia.

Contras: Pago. O número de serviços de transmissão ao vivo é limitado. O serviço é apenas em inglês.

OBS

Prós: Grátis. Você pode transmitir de qualquer modo, personalização e branding ilimitados. WIKI, interface multilíngüe, suporte ao cliente 24h.

Contras: Você precisa gastar muito tempo explorando o serviço para configurar a primeira transmissão. O caso em que a vantagem do serviço se torna uma desvantagem: há muitas possibilidades. Novatos poderão ter dificuldades.

COMPARTILHAR:
Subscrever a newsletter semanal Onlypult