Embaixador ou influenciador da marca: a quem escolher

8 maio 2018
COMPARTILHAR:

A publicidade contextual, com o tempo, tem se mostrado cada vez mais eficaz do que a publicidade impressa: seja ela feita por outdoors, artigos em revistas ou panfletagem. O mundo tem mudado, assim como os métodos de publicidade tem mudado junto com ele. As pessoas têm gasto cada vez mais e mais tempo em redes sociais, e têm se acostumado a não notarem anúncios no feed de notícias. Então, como alcança-los?

É simples: encontre uma pessoa popular, que tenha milhares (ou até mesmo milhões de leitores), e coloque o seu anúncio na página dela.

As pessoas confiam nas indicações feitas na internet em 70% dos casos, e em quase 90% dos casos nas indicações feitas por seus amigos e conhecidos. Se a escolha de onde posicionar a publicidade for um blogue, o sucesso em alcançar o seu público alvo será certo, visto que, a maioria dos influenciadores já tem os seus próprios seguidores nas redes sócias, que compartilham de seus interesses e confiam nas suas recomendações.

As grandes empresas engajam grandes estrelas com essa finalidade, por exemplo, a Huawei convidou, as estrelas de Hollywood, Scarlett Johansson e Henry Cavill como embaixadores da marca.

E como resultado, a marca se tornou mais reconhecida, impactando nas vendas de forma positiva. Entretanto, engajar um embaixador para a marca pode ser muito caro. Uma única publicação com uma celebridade pode custar de $700 a até $20 000. Mas o que fazer se a marca não puder dispor desse orçamento?

É possível continuar utilizando a publicidade tradicional, mas também é possível analisar a sua audiência e encontrar os influenciadores certos. Pessoas que não tenham tantos seguidores (geralmente em torno de 10.000), mas tenham muita influência e autoridade entre os seus leitores.

Um post publicado por um influenciador pode acabar se tornando não apenas mais barato como também mais eficiente do que um publicado por uma celebridade. Se você estiver vendendo pacotes de clubes de golfe, os clientes em potencial da sua cidade vão prestar mais atenção no post publicitário na página de uma jogadora de golfe local. Por outro lado, a publicidade feita na página de uma modelo irá parecer não apenas irrelevante como também não irá alcançar o público desejado (sem falar que será muito mais caro):

Como escolher um influenciador?

Analise o perfil do influenciador utilizando-se de ferramentas como Mojo. Quando estiver escolhendo, preste atenção não apenas ao número de seguidores, mas também à atividade na página do blogueiro. Se os posts tiverem aproximadamente entre 2% e 7% de likes e comentários quando comparados ao seu número total de seguidores, este blogueiro poderá ser levado em consideração para promover o seu negócio.

Um excelente exemplo das vantagens existentes ao se trabalhar com influenciadores, ao invés de se trabalhar com páginas de celebridades, foi dado pela CEO da Markerly, Sara Ware. A empresa colocou o anúncio de um chá de ervas na página das irmãs Kardashian e Jenner, e então na página de cerca de 40 influenciadores. O resultado do experimento dos posts nas páginas dos influenciadores com menor audiência mostrou-se mais eficiente do que a publicidade através da página de celebridades.

Procure por postagens com hashtags únicas e será possível encontrar um influenciador com um número suficiente de seguidores. Observe seus seguidores: deve haver vários influenciadores entre eles. Também não se esqueça de prestar atenção às pessoas que eles seguem: quanto menor o número de pessoas que uma pessoa segue, é mais provável que ela também tenha uma audiência pequena. E finalmente, o conselho mais óbvio: coloque no Google. Crie uma busca baseada nas palavras-chave do seu nicho e cidade, por exemplo, “Golfe, Moscou”.

Resumindo

Para alguns o engajamento na marca de um embaixador ou uma celebridade é uma questão de prestígio e princípios. Mas os números não mentem, e os fatos mostram que mais e mais marcas escolhem influenciadores que já possuem sua audiência prestando atenção às suas recomendações, e que confia neles. Em todo caso, é sempre possível escolher, por isso sempre avalie os prós e contras apropriadamente antes de lançar a próxima campanha publicitária.

Subscrever a newsletter semanal Onlypult