Instagram, celebridades e fãs

29 janeiro 2019
COMPARTILHAR:

Atenção! Abaixo, encontra-se uma reflexão filosófica tradicional de nossos autores. O texto está repleto de nostalgia e perguntas retóricas.

Como é bom ser fã de alguém hoje em dia. É tão conveniente. Você abre o Instagram e vê: essa é a sua celebridade favorita comendo, aqui - beijando, ali - dormindo. Aqui a celebridade está no palco, atrás do palco, perto do palco e em todo lugar que você possa imaginar! Você pode descobrir qual é a cor de suas meias e do tapete de banheiro.

Quase sussurrando: e nós, fãs da velha guarda, às vezes costumávamos ter apenas um recorte de jornal desgastado. Nós nem mesmo conseguíamos ver claramente quem estava na foto! Havia apenas um lugarzinho, mas nós adorávamos tanto. Esse recorte era o centro do nosso universo, o manto dourado dos nossos quartos. E até as imagens de Bowie, Morrison e Jackson serem digitalizadas, nós orávamos para aqueles recortes e conversamos com eles. Sim, era difícil viver no século 20 - às vezes os mamutes comiam toda a grama e às vezes os dragões roubavam as garotas.

Então, quando nos sentíamos mal por dentro, segurávamos os recortes na parte do peito onde fica o coração e eles eram como o nosso desfibrilador. Você já viu como um socorrista de ambulância dá um choque elétrico numa pessoa, a qual está prestes a perder a vida antes do tempo? Então, isso é exatamente a mesma coisa com o corte de papel ou revista - nos trouxemos de volta à vida.

Bem, vamos lá, vamos nos livrar dessa nostalgia retrô e pensar se os ídolos de hoje sentem-se melhores porque eles têm Instagram. É claro que os fãs se beneficiam disso, mas e os que estão do outro lado?

Nós nunca saberemos o que Freddy Mercury teria respondido aos produtores se eles tivessem sugerido que ele postasse fotos no Instagram para melhorar sua classificação. Mas provavelmente teria sido alguma frase com “honey”.

via GIPHY

Havia vantagens óbvias. Ídolos da velha guarda poderiam facilmente ir a casas noturnas e beber Martini até o amanhecer sem medo de ter suas fotos em todas as mídias sociais em alguns minutos. Tudo bem que havia jornais matutinos de fofoca quente, mas será que podemos comparar o número de cópias de jornais com a extensão e a velocidade das mídias sociais?

No entanto, as celebridades de hoje fazem uma boa grana com essas saídas e recebem grandes quantias por seus check-ins. Alguns atores e cantores podem ganhar o suficiente para um iate apenas por marcar tags de geolocalização.

Elizabeth Taylor começava seu dia com um café da manhã ou apenas colocando suas inúmeras jóias, e ninguém nunca comentou sua selfie matinal dizendo que ela não era mais como antes. Porque não havia selfies matinais e tampouco sua conta no Instagram.

via GIPHY

Atrizes modernas preferem não ler comentários para manter o bom humor. Ou elas os lêem sempre prontas para banir alguém e mostrar quem é a dona da conta.

Os descendentes das celebridades do passado tinham a oportunidade de vender cartas de seus ancestrais e lançar livros, e o que os filhos de celebridades de hoje em dia podem fazer quando tudo pode ser encontrado nas redes sociais? Não há registros ou cartas raras, tudo é postado nas redes sociais todos os dias. Porém, vamos ser honestos - algumas celebridades bem famosas se tornaram populares exatamente devido ao Instagram e o pior pesadelo delas é uma conta bloqueada.

Mas sobre o que nós estamos falando com tudo isso? Nossa mensagem é simples - o Instagram é bom, mas o verdadeiro talento é o mais importante. Os ídolos de verdade não são medidos pelo número de seguidores, mas pelos cachês e número de visitantes de concertos.

Estamos de saída para imprimir seus posts e colocá-los em nossos peitos.

Subscrever a newsletter semanal Onlypult